• Enfermeira: Rita Novais

Contra A Hipertensão Arterial - Exercício Fisico e Alimentação Saudável


Tensão Arterial (TA) e Hipertensão Arterial (HTA)

A pressão que é normal e até essencial para que o sangue atinja o seu destino chama-se Tensão arterial, essa circulação do sangue, tem como objetivo chegar a todos os tecidos e células do organismo, para que isso aconteça o sangue exerce alguma pressão mas paredes das artérias.

Quando os valores de tensão arterial estão aumentados, chama-se Hipertensão Arterial. No entanto, existe uma série de fatores, de ordem genética ou ambiental, que podem fazer com que essa pressão sobre as artérias aumente.

Em Portugal, existem cerca de dois milhões de hipertensos, destes apenas metade tem conhecimento, apenas um quarto está medicado e apenas dezasseis por cento estão controlados.

A Hipertensão arterial é um dos principais fatores de risco no aparecimento de doenças cardiovasculares.

Imagine que as suas artérias são como mangueiras, com numa tensão arterial normal, o sangue flui com facilidade pelo seu interior, não encontrando qualquer obstáculo ao longo do trajeto que percorre até às células.

No entanto, se existe um caso de Hipertensão Arterial, nestas mangueiras o sangue encontra-se sobre pressão, o coração tem de se esforçar mais para fazer circular o sangue, o que provoca um aumento do volume do coração (hipertrofia). A Hipertrofia do coração, pode levar a insuficiência cardíaca, angina do peito ou arritmia cardíaca.

A Tensão arterial é quantificada através de dois valores.

O primeiro valor, é mais elevado, a “máxima”, ou seja, diz respeito à pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias quando o coração está a bombear o sangue - Sistólica.

O segundo valor, indica-nos a pressão que o sangue exerce nas artérias, quando o coração está relaxado, a “mínima” - Diastólica.

Existem sinais/sintomas que alertam para possível HTA, tais como:

  • Tonturas;

  • Hemorragias nasais;

  • Dores de cabeça.

Quais as causas e Fatores de Risco da Hipertensão Arterial?

Não existe uma causa conhecida para a Hipertensão arterial, embora em alguns casos está associada a outra doença, tais como, apneia do sono, doença renal crónica, hiperaldosteronismo primário, doença tiroidea, entre outras. No entanto a hereditariedade e a idade são fatores a ter em atenção.

As principais complicações associadas a HTA, são o AVC (acidente vascular cerebral), doença renal crónica e arritmia cardíaca. É importante sublinhar que uma pessoa com HTA que não tenha acompanhamento, e/ou tratamento, terá, muito provavelmente, uma doença mais grave daqui 15 anos.

Existem, vários fatores de risco, por exemplo, obesidade, consumo excessivo de álcool e sal, sedentarismo, má alimentação, stress e tabagismo.

Como se faz diagnóstico da HTA? Qual o tratamento?

O diagnóstico é feito através da avaliação da tensão arterial e pelos seus valores elevados, contudo, um valor elevado isolado não é sinónimo da doença, só é considerada HTA quando os valores estão elevados em pelo menos, três avaliações seriadas.

Existem dois tipos de tratamento, o primeiro sem fármacos e o segundo com fármacos.

O tratamento sem fármacos, é a primeira medida a ser tomada, pois está provado que a mudança de alguns hábitos de vida é, muitas vezes, suficiente para baixar os valores da tensão arterial.

O tratamento com fármacos só é utilizado quando o primeiro não surte efeito. Neste caso, deve-se recorrer a fármacos, prescritos pelo médico segundo as características do paciente.

Como prevenir a HTA?

Para prevenir a HTA, tem que se adotar um estilo de vida saudável:

  • Redução da ingestão de sal na alimentação;

  • Dieta rica em frutas, vegetais e baixo teor de gordura;

  • Pratica regular de exercício físico;

  • Consumo moderado de álcool;

  • Peso adequado à estatura, IMC (índice de massa corporal) normal;

#Hipertensão

28 visualizações

QUEM SOMOS

 

A Par da Idade é uma empresa especializada na prestação de serviços de apoio domiciliário e assistência geriátrica, 24h por dia/365 dias por ano.

 

FALE CONOSCO

Póvoa de Lanhoso: 964 563 152

Braga: 916 083 454

Lisboa: 933 992 978

  • Twitter Clean
  • w-facebook
  • w-googleplus

Licença

nº 13833/2017

Alvará nº 1/2013